Novata no sertanejo, Wanessa Camargo já disse não ser fã nem ouvir músicas do ritmo

Com um trabalho diferente de tudo que já fez, a goiana abandonou o pop eletrônico para se dedicar ao ritmo que tem dominado as rádios comerciais

Divulgação

Divulgação

A cantora Wanessa (novamente) Camargo resolveu dar uma guinada inesperada na carreira, deixando grande parte de seus fãs incrédulos com a mudança.

A filha de Zezé di Camargo, que começou a fazer sucesso no início dos anos 2000 com um estilo country pop, abandonou o pop eletrônico, que havia abraçado em 2009 (quando, então, decidiu retirar o Camargo do nome), para apostar no sertanejo.

A música de trabalho lançada por Wanessa na última segunda-feira (25) é a prova viva de que a cantora realmente abandonou as pistas de dança e resolveu abraçar as raízes goianas.

“Coração embriagado” é bem parecido com o que tem se ouvido nas rádios comerciais brasileiras ultimamente. Conhecido por “sertanejo universitário”, o gênero vem sendo dominado cada vez mais por vozes femininas, a exemplo da dupla Maiara e Maraísa, e da solista Naiara Azevedo.

Mesmo filha de quem é, a recente paixão de Wanessa pelo ritmo causa estranheza. Em 2009, em várias entrevistas, a cantora afirmou que havia criado coragem para “confessar” que não gostava de sertanejo.

“Tenho muito respeito e carinho pela música, um orgulho imenso do meu pai, mas não sou fã do gênero, não me identifico e não ouço”, disparou, na época.

A mudança de planos e a óbvia incoerência da cantora provocaram desconforto em seu público e Wanessa passou a ser alvo de críticas e brincadeiras nas redes sociais.

2 respostas para “Novata no sertanejo, Wanessa Camargo já disse não ser fã nem ouvir músicas do ritmo”

  1. Avatar Sabrina Ramos disse:

    ela viu que a mulherada da fazendo sucesso e quiz tentar mas ela é péssima cantora e agora imitando as divas sertanejas apelou?????

  2. Avatar TIAGO MIRANDA DA FONSECA disse:

    Em 2009 a pessoa falou que não gostava de sertanejo, ok, mas ela começou a cantar músicas do gênero em 2016, ou seja, 7 anos em que muitas coisas acontecem em nossas vidas…
    Tem várias coisas que não gostava e depois passei a gostar…
    Agora se a pessoa não gosta daquilo não pode gostar nunca, até morrer??? aff

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.