Vereador questiona prioridades do Município e diz que é necessário planejamento para não causar caos generalizado no trânsito da Capital

Novas obras de trânsito em Goiânia ocorrem em pontos de congestionamentos históricos
Desvio na Rua 90 gera transtorno a moradores e trabalhadores da região | Foto: Fábio Costa / Jornal Opção

A Prefeitura de Goiânia anunciou, nesta sexta-feira, 3, quatro obras em mobilidade urbana para o início neste mês.  Somadas, as quatro obras estão orçadas em mais de R$ 61 milhões. O vereador Lucas Kitão (PSL) chama atenção para a necessidade de um planejamento claro que não dificulte a rotina do goianiense.

O anúncio da frente de obras no trânsito ocorre em paralelo às obras do corredor do BRT na rua 90. Por lá, motoristas enfrentam dificuldades diárias por falta de sinalização e cronogramas de desvios não cumpridos. Para o vereador, a prioridade do município deveria ser focada no término do corredor.

Uma das novas obras, por exemplo, é a construção de um viaduto no cruzamento da Marginal Botafogo com a Avenida Jamel Cecílio, no Jardim Goiás, local apontado por motoristas como crítico em horários de pico.

“Tem que ser muito bem planejado. O prefeito deveria dar prioridade ao término da obra do BRT, que é muito impactante. Seria certo terminá-la para depois dar início à próxima”, defende o parlamentar.

Apesar das considerações, Lucas diz ser favorável às obras, desde que atendam os critérios de planejamento. O parlamentar afirma que fará junto à sua equipe uma análise dos projetos durante os próximos dias.