Petista e pessebista apresentaram queda nas intenções de voto, enquanto Aécio Neves apresentou leve acréscimo. Tucano permanece em terceiro

dilma e marina

Em nova rodada de pesquisa encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) ao instituto MDA e divulgada nesta terça-feira (23/9) a presidente Dilma Rousseff (PT) venceria Marina Silva (PSB) no segundo turno com 42% dos votos, contra 41% da pessebista, configurando empate técnico. Embora o porcentual esteja dentro da margem de erro de 2,2 pontos porcentuais, o cenário é inédito desde que a ex-senadora assumiu a candidatura à presidência após a morte de Eduardo Campos, em 13 de agosto. Aécio Neves (PSDB), que desde então passou do segundo para o terceiro no ranking de intenções de voto, apresentou leve crescimento nas projeções do primeiro e do segundo turno, diferentemente de suas duas principais adversárias.

[relacionadas artigos=”13746″]

Dilma Rousseff oscilou 0,7%, passando de 42,7% para 42% da preferência do eleitorado num eventual segundo turno, enquanto Marina Silva perdeu 4,5 pontos porcentuais, passando de 45,5% para 41% das intenções de votos. Aécio, que se mantém em terceiro, agregou 0,1% de intenções de votos para o primeiro turno, passando de 17,6% para 17,7%.

Nas projeções de primeiro turno, a petista apresentou queda de 38,1% para 36% na preferência do eleitor e a pessebista de 33,5% para 27,4% –– perda de 6 pontos porcentuais.
Na simulação de segundo turno entre Dilma e Aécio a petista venceria o tucano com 9% de diferença (45,5% contra 36,5). No levantamento anterior, divulgado há menos de um mês, essa diferença era de 13,8%.

Se Aécio disputasse o segundo turno com Marina Silva, ele perderia com 32,9%, embora tenha conseguido aumentar suas intenções de voto e assim diminuir a diferença que era de 25,5% para 10,2%. A pessebista venceria o tucano com 43,1%.

A pesquisa CNT/MDA apontou alta no porcentual de intenções de votos nulos e brancos, que passou de 7,2% para 9,3%.

O instituto MDA ouviu 2002 eleitores entre os dias 20 e 21 últimos em 137 municípios de 25 Estados. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-00753/2014.