Nova onda de ar frio pode trazer temperaturas negativas para Goiás

Frio chegará nesta quarta-feira (28) e região sudoeste do estado pode registrar termômetro abaixo de 0ºC. Institutos alertam para cuidados com a saúde

Foto: MetSul

A terceira onda de ar frio deste mês chegará em Goiás na próxima quarta-feira (28) e pode derrubar as temperaturas para abaixo de 0ºC na região sudoeste do estado. Em Goiânia, é esperado frio de até 8ºC.

O gerente do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), André Amorim, informou que o frio intenso em Goiás neste mês se deve à movimentação das frentes frias. “Neste ano, as massas de ar polares estão avançando sobre o continente com maior facilidade. Diferente de outros anos, quando a nossa região centro-sul não era tão atingida”, afirmou.

A previsão é que, na quarta-feira (28), as temperaturas já comecem a cair na região sudoeste, onde termômetro pode marcar negativo. Na região Centro-Sul, as temperaturas também caem, mas com menos intensidade. “Estamos esperando 8ºC para o centro-sul do estado, mas pode ser menor do que isso, estamos monitorando”, apontou André Amorim, que não descarta quedas nas temperaturas até mesmo na região centro-norte.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para os cuidados com a saúde. Cidades como Abadiânia, Acreúna e Adelândia foram incluídas na lista de maior atenção com relação à temperatura.

Os dias quentes, a baixa umidade do ar e a queda brusca de temperatura são fatores que alertam para maior cuidado com a saúde neste período. “Em agosto, os ventos ficam mais fortes. É importante beber água e evitar atividade física no período da tarde, quando a umidade do ar está muito baixa. Tem que ter cuidado, inclusive, com os animais, que também sofrem muito com o tempo seco”, afirmou André Amorim.

O gerente da Cimehgo alertou para importância de reforçar as doações de agasalhos e cobertas com pessoas em maior vulnerabilidade.

A massa de ar frio deve perder intensidade de domingo (1) para segunda-feira (2). No entanto, a baixa umidade será mantida no estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.