Nova fase da Covid-19 na Europa é alerta ao resto do mundo, diz OMS

Situação instável do continente evidencia que a circulação do vírus continua e que a pandemia ainda não acabou 

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) deu um alerta de saúde para o resto do mundo sobre as condições sanitárias da Europa em relação ao vírus da Covid-19. A organização sinaliza uma situação preocupante e que pode provocar, até fevereiro de 2022, mais de 500 mil mortes.

Na França e Alemanha, a determinação para a aplicação da dose de reforço da vacina passa a valer como tentativa de conter o avanço do vírus.  Desde outubro, a França teve um aumento nos casos, com uma taxa de incidência de 62 casos por 100 mil habitantes, acima do limite de alerta. 

Já na Dinamarca, a solicitação da comprovação da vacinação passa a valer para pessoas que desejam entrar em bares e restaurantes. Na Áustria, pessoas que não se vacinaram serão impedidas de entrar em determinados estabelecimentos, como cafés, restaurantes e cabeleireiros. 

Desde o último verão, o Reino Unido vem tomando atitudes pouco flexíveis quanto ao uso de máscaras e o passe de vacinação para a população. Apesar da união estar longe de um confinamento de inverno, como disse o assessor do governo de Boris Johnson, pessoas elegíveis continuam recebendo a dose de reforço da vacina.

No Leste Europeu, a Rússia passa por um número de 8.100 mortos nos últimos sete dias. Em seguida, a Romênia e a Bulgária seguem com um percentual de vacinados de apenas 40% e 27% dos adultos, respectivamente.

Alerta

Com um relaxamento nas medidas de contenção do vírus e insuficiência na cobertura vacinal, a Europa é usada como chamada para o resto do mundo para que não se repita um certo tipo de padrão, de acordo com a OMS. No início de outubro, foram ultrapassados o número de 5 milhões de mortos pela Covid-19em todo o globo, o que põe o resto do mundo em cautela.  

*Com informações da RTP – Rádio e Televisão de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.