Nova diretoria do Instituto Brasileiro de Direito da Família toma posse em Goiás

Solenidade empossou Marlene Lemos e Caroline Marques no comando da entidade, que anunciaram continuar os passos da gestão anterior

Este slideshow necessita de JavaScript.

A nova diretoria do Instituto Brasileiro de Direito da Família – Seção Goiás (IBDFAM) foi empossada após solenidade realizada nesta segunda-feira (20/11) na Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego).

Para o biênio 2018-2019, as advogadas Marlene Moreira Farinha Lemos e Caroline Ávila Marques Sandre assumem os cargos de presidente e vice-presidente, respectivamente.

Em entrevista ao Jornal Opção minutos antes de receber o diploma, Marlene disse que a  expectativa para a nova gestão é grande. “Estamos preparando grandes projetos. Estamos com 18 comissões. Atualmente, são 60 membros, então, as expectativas são as melhores”, declarou.

Segundo ela, a ideia é continuar seguindo os passos da gestão anterior, presidida pela advogada Maria Luiza Povoa Cruz, e dar uma visão maior no IBDFAM dentro do Estado. “Em Goiás, temos muitos juristas que, infelizmente, não são muito conhecidos no Brasil”, disse.

De acordo com a vice-presidente, Caroline Marques, o objetivo do Instituto será promover e divulgar estudos relacionados ao Direito da família, desenvolvendo projetos em prol da sociedade e, considerando as constantes transformações da sociedade brasileira no âmbito do direito das famílias, buscaremos contribuir com nossos estudos e atuações no meio político, a fim de que tenhamos leis que acompanhem essas transformações. “A exemplo, temos o estatuto da adoção que foi um trabalho desenvolvido pelo IBDFAM nacional, e que está agora no Senado. Vamos acompanhar e apoiar para que seja aprovado”, afirmou.

“Vamos reunir com todas as comissões temáticas para que possamos, juntos, realizar um trabalho em equipe para desenvolver novos trabalhos”, concluiu.

A jurista Sirlei Martins da Costa, que assume a Comissão de Magistrados de Família, declarou que a expectativa é promover mais debates e rodas de conversar para tornar os temas mais acessíveis. “De alguma forma, todos nós temos interesse em questões de família. Só que muitas pessoas não tem acesso às informações. Pretendemos estender essas informações a pessoas que não são da área”, afirmou.

Nesta segunda-feira (20) aconteceu também uma palestra da diretora nacional de Relações Interdisciplinar do IBDFAM nacional e vice-presidente da Sociedade Internacional de Direito da Família, a psicanalista Giselle Câmara Groeninga, sob o tema o tema “Guarda compartilhada e alienação parental – desafios ao direito das famílias”.

Entre as comissões, a nova diretoria destaca a de Estudos Constitucionais da Família; da Infância e Juventude e Adoção; de Direito das Sucessões; do Idoso; da Inclusão Social e Defesa da Pessoa com Deficiência; de Mediação Familiar; de Gênero e Violência Doméstica; de Notários e Registradores; de Direito Previdenciário; de Direito Homoafetivo; de Assuntos Legislativos; de Magistrados de Família; de Promotores da Família; Defensores Públicos da Família; de Advogados da Família; de Editorial e Comunicação; e Interdisciplinar.

IBDFAM

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.