“Nós vamos ter intervenções até o fim do governo do prefeito Iris”, diz secretário da SMT

Em coletiva de imprensa nesta sexta-feira,10, o secretário da SMT, Fernando Santana, explicou próxima etapa de obras do BRT e anunciou mais intervenções para até o fim do ano

Secretário da SMT, Fernando Santana, explica desvios de nova etapa de obras do BRT | Foto: Fernanda Santos / Jornal Opção

A Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) informou, nesta sexta-feira, 10, a interdição de mais um trecho da Avenida Goiás para continuidade das obras do Complexo do BRT, a partir de segunda, 13. As obras estarão concentradas entre o trecho da Avenida Anhanguera e a Rua 1, no Centro de Goiânia, sentido Norte-Sul, onde o trânsito ficará interrompido. No local estão em construção as pistas do BRT e a parte de drenagem, para absorver as águas das chuvas.

“Essa obra tem previsão de 90 dias para conclusão mediante o período de chuva, que obviamente atrasa os trabalhos da construção civil. Entendemos que os esforços todos serão aplicados nessa obra para que sejam concluídos até em um período menor de tempo que o previsto. Tanto que trechos abaixo foram feitos em menos de 60 dias”, explicou o secretário municipal de trânsito, Fernando Santana em coletiva com a imprensa. “Queremos minimizar o impacto que ela tem causado no Centro de Goiânia”, disse.

“Os desvios vão suportar muito bem esse período. Precisamos contar também com a colaboração de toda sociedade, como já têm feito. Em todos os desvios de Goiânia não temos tido nenhum tipo de problema. Todos estão entendendo o momento que a cidade está passando, que é um momento de melhoria para a cidade e muito em breve teremos essas obras concluídas e os transtornos passarão”, disse Santana ao explicar os desvios da obra.

Longe do fim

De acordo com Santana, ainda vai haver muitas interdições no decorrer do ano para a realização de obras, como a do BRT. “Nós vamos ter intervenções até o final do governo do prefeito Iris Rezende, que é até o final de 2020. Todas as obras que foram iniciadas e que ainda se iniciarão neste ano, a determinação do prefeito é que se inicie e termine em seu governo. Estaremos trabalhando diuturnamente até o final do mês de dezembro de 2020 para entregar as obras em Goiânia”, pontuou o secretário.

Depois de finalizada esta etapa da Avenida Goiás, no sentido Norte-Sul, se iniciarão obras no sentido inverso da via. “O BRT sobe de um lado e desce do outro também, então vai ser feita também e acredito que até outubro deste ano estaremos com essas obras concluídas”, explicou.

Para ajudar os condutores, a SMT já instalou placas nos locais e deve disponibilizar agentes de trânsito para atuar na região. “O desvio está muito bem sinalizado, já tem quase que 90% das placas instaladas. Os agentes estarão acompanhando, especialmente nesta primeira semana, eles estarão monitorando e fazendo com que o movimento se transcorra dentro da normalidade e com respeito”, disse.

“Vale ressaltar novamente a participação da população. O cidadão tem que dar sua contribuição. Tem que respeiuta a velocidade reduzida, de no máximo 40 km por hora, ter atenção no desvio, porque acaba afunilando toda aquele numero de veículos circulando pela região. A sociedade tem respondido bem”, elogiou o secretário.

Desvios que ocorrerão no Centro de Goiânia a partir de segunda-feira, 13 / Imagem: SMT

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.