Nora de investigado por fraude no Ipasgo consta no quadro de administradores de empresa que tenta impedir contratação no instituto

Defesa alega que cadastro de empresa está desatualizado

A Promed assistência médica, atualmente pertence ao grupo Haptech, que apresentou questionamentos e tenta impugnar uma licitação para contratação de uma plataforma administrativa que daria maior transparência ao Ipasgo. O que chama atenção nesse caso é que na inscrição da Promed junto a Receita Federa, figura o nome da nora do ex-diretor do instituto, Sebastião Ferro, que é investigado em supostos atos ilícitos na Operação Morfina, desencadeada pela Polícia Civil do Estado de Goiás.

A Haptech – empresa ligada a Hapvida – foi a única a impetrar solicitação para suspensão do certame do Ipasgo para contratação de nova plataforma de gestão. O questionamento refere-se ao motivo da Hapvida manter no seu grupo econômico a empresa Promed, que por sua vez tem em seu quadro de administradores Ana Karina Coelho Albuquerque Ferro, que é nora de Sebastião Ferro, investigado pela Polícia Civil de Goiás por supostas fraudes no Ipasgo – fraudes que a contratação do novo sistema pretende impedir.

Chama atenção o cargo descrito na inscrição do no CNPJ da empresa para a nora de Sebastião Ferro. Em geral, colaboradores de empresas que possuem seus nomes na inscrição da empresa se tornam responsáveis pela situação fiscal, tributária e até civil do negócio.

Em contato com a defesa de Sebastião Ferro, o advogado Pedro Paulo Medeiros, afirma que nenhum familiar dele é sócio ou tem interesse na licitação pública do Ipasgo. Sobre o nome de Karina ainda estar no quadro de administradores da empresa, o advogado argumenta que as informações estão desatualizadas. “Ela já foi funcionária de uma delas, mas já não é mais há muito tempo”, aponta. Segundo o advogado, há mais de um ano ela não pertence aos quadros  de funcionário da empresa.

Entenda

  • Em 2012 a Polícia Civil iniciou investigações contra Sebastião Ferro de Moraes, que era um dos sócios majoritários do Hospital e Maternidade Jardim América, e assumiu o cargo de diretor de Saúde do Ipasgo. Sebastião também foi o fundado do América Planos de Saúde.
  • O Grupo America passou a ser composto pela PROMED Assistência Médica Ltda, Hospital Jardim América Ltda, Hospital Multi Especialidades Ltda., Jardim América Saúde Ltda. e América Clínicas Ltda, AME Planos de Saúde Ltda, Hospital PROMED Ltda, Clínica de Oftalmologia Jardim América Ltda, Centro de Diagnóstico e Laboratório Santa Cecília Ltda.
  • Em 2019 operadora de planos de saúde Hapvida fechou acordo para a aquisição do rival Grupo América, de Goiás, por R$ 426 milhões.
  • Hapvida é uma empresa de capital aberto listada na Bolsa de Valores. Atua em diversas frentes: hospitais (dentre eles, o Jardim América), planos de saúde (Hapvida, América Saúde, PromedGoias ) e tecnologia (Haptech e Infoway, esta última comprada pela Hapvida em abril de 2019 e que se juntou para formar a Maida Health).

Integra da nota da defesa 

Essas informações (Cadastro da Promed Junto a Receita Federal) são desatualizadas… ainda mais em tempo de Covid… devem ser informações antigas.. Ninguém da família é sócio de qualquer das empresas mencionadas e/ou tem qualquer interesse nessa ou qualquer outra licitação pública. Basta olhar o quadro social das referidas empresas, ela nunca foi sócia de qualquer delas. Ela (Ana Karina) já foi funcionária de uma delas, mas já não é mais há muito tempo.

Registros na Receita Federal 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.