Chegada de Sandro Mabel causou estranheza no Republicanos, mas crise foi superada, garante Sabrina Garcêz

Recém-chegada à sigla, vereadora afirmou que filiação de empresário surpreendeu, mas já foi esclarecida com lideranças

A filiação do empresário e presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, provocou estranheza e dúvidas em integrantes do Republicanos, pegos de surpresa pela chegada à sigla. De acordo com a vereadora Sabrina Garcêz, também recém-filiada ao partido, após saída turbulenta do PSD, o clima inicial foi de estranhamento por conta das dúvidas sobre uma possível disputa de mandato por parte de Mabel.

“A gente construiu a chapa com diálogo aberto sobre quem seria candidato e o nome dele não foi apresentado. Quando ficamos sabendo da filiação, isso nos preocupou porque não foi dialogado internamente”, explica. Mesmo apontando a reação inicial, Sabrina reconhece a força que o empresário traz para o partido. Ela garante que lideranças do Republicanos se reuniram com o presidente da legenda, o deputado federal João Campos, e com representantes da executiva nacional, que esclareceram a situação. Segundo a parlamentar, “ficou claro que Mabel não vem para disputar mandato”, mas sim para somar com o partido com sua experiência de atuação.

A pré-candidata à Câmara dos Deputados, em Brasília, inclusive vê vantagens na aproximação do partido com o presidente da Fieg. “Sandro é um nome importante para o Estado. Tem sua história, é um nome político de peso e vejo como positiva a vinda dele para o Republicanos”, afirma. A vereadora garante que o desgaste político provocado pela chegada do empresário foi pacificado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.