No Tocantins, artista plástico morre após cair de penhasco enquanto tirava selfie

Ex-presidente da Fundação Cultural de Palmas, Pierre de Freitas estava em passeio na região da Serra do Carmo, zona rural de Palmas

Divulgação/Facebook

O artista plástico Pierre de Freitas, de 49 anos, morreu neste domingo (15/1) após cair de um penhasco, onde está sendo construído o Cristo Redentor na região da Serra do Carmo, zona rural de Palmas, Tocantins.

Segundo o Corpo de Bombeiros palmense, Pierre caiu de uma altura de cerca de 70 metros, enquanto tentava tirar uma selfie. Conforme relatos, ele estaria acompanhado de uma turista do Canadá, quando foi até o topo do penhasco para fazer fotos, escorregou e caiu.

O artista plástico e professor desenvolveu inúmeros projetos importantes dentro da classe artística tocantinense e chegou a presidir a Fundação Cultural de Palmas entre os anos de 2008 e 2010.

Em nota, a Prefeitura de Palmas afirmou que lamenta profundamente o falecimento do artista e destaca o legado deixado por ele como “artista, educador e amigo da cidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.