No Distrito Federal, Polícia Civil volta a investigar suspeitas de superfaturamento no governo

Operação é desdobramento de outra que investigou servidores do Detran que teriam envolvimento com oficinas mecânicas que prestavam serviços superfaturados ao governo

A Polícia Civil do Distrito Federal voltou a realizar, nesta quinta-feira, 31, uma operação para apurar suspeitas de superfaturamento do governo de Ibaneis Rocha (MDB). A operação é um desdobramento de outra que investigou servidores do Detran que teriam envolvimento com oficinas mecânicas que prestavam serviços superfaturados ao governo em maio do ano passado. Ao todo, 20 mandados de busca estão sendo cumpridos na capital federal.

Nas investigações, os agentes descobriram que o esquema vigora em outras áreas do executivo do DF, como na Secretaria de Saúde. Servidores da pasta e a sede da secretaria foram alvos de busca. Além disso, há indícios de crimes de associação criminosa, estelionato e corrupção, cujas penas podem chegar a 20 anos de prisão. 

Para as eleições de 2022, Ibaneis Rocha já anunciou a pré-candidatura à reeleição ao governo do Estado. Até o momento, o nome do vice que vai compor a chapa ainda não foi revelado. A chapa governista terá Ibaneis para governador e Flávia Arruda para senadora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.