Nesta madrugada, fiscais encerram sete festas clandestinas em Aparecida de Goiânia

Quatro caixas de som e três carros com som automotivo foram apreendidas e encaminhadas ao pátio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semma); proprietários serão multados

Foto: Prefeitura de Aparecida de Goiânia

Em força-tarefa, fiscais encerram sete festas clandestinas na madrugada desta quinta para sexta-feira, 4, em Aparecida de Goiânia. Medidas foram aplicadas para o cumprimento das regras que visam combater a Covid-19 no município. No momento, Aparecida está no cenário verde, de risco baixo, assim, pelo isolamento social intermitente com escalonamento, conforme a macrozona em que se encontram.

Após denúncia de moradores, foram apreendidas e encaminhadas ao pátio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semma) quatro caixas de som e três carros com som automotivo. Os proprietários dos objetos ainda foram multados por perturbação do sossego, valores das penalidades variam entre R$ 500 e R$ 5 mil.

As festas interceptadas ocorriam na na região do Jardim dos Buritis, Vale do Sol e Jardim Santo Antônio. Ao todo, entre bares e distribuidoras, foram visitados 48 estabelecimentos. Destes, apenas duas distribuidoras de bebidas foram interditadas por não terem a documentação de funcionamento completas. “A pandemia ainda não acabou e para que os números da doença na cidade não voltem a subir, as fiscalizações continuam com rondas de rotina e atendendo também as denúncias de moradores”, comentou o coordenador geral da Fiscalização em Aparecida, Davi Lorero.

No município, festas e eventos estão autorizados a ocorrerem, desde que sejam seguidas as regras estipuladas por portaria específica após aprovação do Comitê de Prevenção e Enfrentamento a Covid-19 do município.

Além disso, só podem ocorrer com apenas 30% da capacidade do local, limitando a 100 pessoas, álcool em gel à disposição, medição de temperatura na entrada, uso de máscara e distanciamento de 1,5 m entre as mesas. Shows ao vivo também são permitidos, mas sem pista de dança. Bares e restaurantes foram liberados para funcionar, mas também precisam seguir regras e ter toda a documentação.

Agentes fiscalizadores das secretarias da Fazenda, Meio Ambiente (Semma), Planejamento e Regulação Urbana, da Vigilância Sanitária e da Guarda Civil Municipal (GCM) ainda ressaltam que, caso o morador flagre alguma irregularidade ou descumprimento das regras sanitárias, podem acionar as equipes pelos canais de denúncia. É possível solicitar os fiscais através dos números 3545-5992, 153, 3238-7216 ou 98459-1661 para perturbação do sossego público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.