Nepal: sobe para 7.557 número de mortos no terremoto

Mais de 131,5 mil militares e policiais nepaleses participam atualmente na massiva operação. Tragédia foi registrada no último dia 25 de abril

Terremoto registrado foi o pior dos últimos 80 anos e deixou 2,8 milhões de nepaleses desabrigados | Foto:  Narendra Shrestha/EPA/Agência Lusa

Terremoto registrado foi o pior dos últimos 80 anos e deixou 2,8 milhões de nepaleses desabrigados | Foto: Narendra Shrestha/EPA/Agência Lusa

O Centro de Operações de Emergência Nacional do Nepal elevou nesta terça-feira (5/5) para 7.557 o número de mortes causadas pelo forte terremoto, o mais mortal do país em mais de 80 anos e deixou 14.536 feridos.

As autoridades nepalesas advertiram, porém, que o balanço final deverá aumentar, já que as equipes de resgate começam a ter acesso as regiões mais remotas do país.
O terremoto, registrado no dia 25 de abril, também fez mais de 100 mortos na Índia e China.

As autoridades nepalesas informaram hoje que “um exército” de trabalhadores está finalmente conseguindo fazer chegar a ajuda aos sobreviventes do terremoto no Nepal.

Mais de 131,5 mil militares e policiais nepaleses participam atualmente na massiva operação, apoiados por mais de 100 equipes de trabalhadores humanitários estrangeiros.

O governo do Nepal tem sido alvo de críticas pelos atrasos na entrega de ajuda, situação que o Ministério do Interior afirmou estar atualmente sob controle.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.