Nas redes sociais, Caiado acusa Daniel de forjar denúncia de caixa 2

Democrata alegou ter sido alvo de flagrante da entrega de duas malas de dinheiro montado pelo emedebista. Entenda

Este slideshow necessita de JavaScript.

O candidato do DEM ao governo de Goiás, senador Ronaldo Caiado, usou as redes sociais neste sábado (29/9) para acusar seu adversário do MDB na disputa, deputado federal Daniel Vilela, de forjar denúncia envolvendo caixa 2. Caiado afirmou ser alvo de um flagrante de entrega de três malas recheadas de dinheiro vivo supostamente montado pelo parlamentar.

Imagens feitas no local mostram um homem com farda policial embarcando duas malas pequenas e uma sacola em uma caminhonete branca modelo Hilux, placas PQY 5616. “Acabamos de receber uma denúncia de que estão tentando montar um falso flagrante de caixa 2 contra nossa campanha”, afirmou Caiado em suas redes sociais.

“Já acionamos a Polícia Federal, que vai apurar essa ação criminosa”, afirmou Caiado.
“Conforme documento do Copom (Central de Operações Policiais Militares), o denunciante é Coronel Romeu, ex-prefeito de Joviânia e um dos coordenadores da campanha de Daniel Vilela”, afirma Caiado.

Junto às acusações, Caiado publicou cópia da prévia de ocorrência em que a Polícia Militar informa que “solicitante identificou-se como Cel. Romeu, dizendo ter informações de que uma caminhonete cor branca teria saído do aeroporto de Anápolis escoltada por dois policiais civis com dois malotes de dinheiro para financiar a campanha de Ronaldo Caiado”.

Pouco antes, em postagem que foi em seguida apagada pelo senador, Caiado atribui a montagem da denúncia à Coligação Goiás Avança Mais. “Acabamos de receber uma denúncia de que o grupo de Marconi/Zé Eliton está tentando montar um falso flagrante de caixa 2 contra a nossa campanha. Já acionamos a Polícia Federal, que vai apurar essa ação criminosa”, afirmou.

Em seguida, a acusação contra Zé Eliton e Marconi foi substituída pela postagem em que Caiado atribui o “falso flagrante” a Daniel Vilela. Eliton e Daniel ainda não comentaram as acusações.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.