“Não vou inviabilizar setores que prestem serviços essenciais”, diz Caiado sobre comissionados

Governador eleito anunciou nesta terça-feira, 11, nove nomes que farão parte da sua equipe de auxiliares

Foto: divulgação

Ao ser questionado sobre o corte de comissionados que fará ao assumir o governo de Goiás, em 2019, o governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) disse que o processo será gradual. “Discuti com o atual governo a respeitos dos comissionados que ocupam funções emergenciais e já vou solicitar ao secretário da Saúde, para que possa analisar esses contratos temporários e comissionados. Não podemos deixar que nenhum setor que preste serviços essenciais à população seja inviabilzado por falta de pessoal”,  explicou.

De acordo com o democrata, o período de transição deve durar 100 dias, tanto para que ele possa conhecer a estrutura, quanto para definir as mudanças necessárias para a reforma administrativa. “Será um processo gradual para que possamos avançar nessa definição de qual será o número de corte. O cidadão não suporta mais aumento de carga tributária e eu vou fazer minha parte e dar o exemplo, cortando o que for preciso na máquina pública”, falou Caiado

Confira a lista dos novos secretários.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.