Partido de Bruno Peixoto se reune na próxima terça-feira com o DEM para tentarem chegar a um consenso sobre quem será o candidato caso as legendas decidam se unir

O deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB) admitiu, em entrevista ao Jornal Opção, que o PMDB pode sim apoiar o DEM de Ronaldo Caiado nas eleições de 2018. Apesar de, na sua opinião, o melhor candidato ser o deputado federal Daniel Vilela (PMDB), a prioridade é não deixar que a oposição ao governador Marconi Perillo (PSDB) fique dividida.

[relacionadas artigos=”90981″]

“Estamos trabalhando para unir a oposição, não vamos deixar a oposição sair dividida. Temos que juntar o maior número de partidos”, defendeu ele. Questionado sobre qual a tendência do grupo – lançar Caiado ou Vilela -, Bruno disse apenas que um dos motivos da reunião é definir quais os critérios adotados para definir qualquer aliança.

Segundo o deputado, o PMDB pretende discutir com PSD, PTB, PTdoB, PRTB e até com o PT, com quem romperam formalmente em 2016, para montar uma chapa. “Dentro do diálogo, vamos criar sistemas para definir a escolha. Dentro de critérios, todos se unirão”, afirmou ele.

Sobre qual é a postura de Iris acerca do assunto, Bruno reafirmou que o decano peemedebista  prefere um nome da própria sigla. “Mas estamos maduros o suficiente para escolher a melhor oposição, o que mais aglutinar”, ressalvou o deputado.

A opinião entre os deputados do PMDB é, aliás, bem homogênea. Todos afirmam preferir Vilela, mas sempre pontuam que Caiado é um bom nome e, principalmente se topar mudar de partido, tem força para ser o candidato da oposição.