“Não podemos nos perder com acessório”, diz Caiado sobre problemas no Vapt Vupt

Questionado sobre demoras e falta de funcionários no serviço, governador disse que o foco agora é a Saúde. “A emergência está aqui, estamos tratando de vidas

Ronaldo Caiado junto do secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, e o vice Lincoln Tejota | Foto: Francisco Costa

Durante visita ao aos leitos de internação e UTI Pediátrica de Retaguarda do Hospital Materno Infantil, no Hospital de Urgência Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), o governador Ronaldo Caiado (DEM) falou, também, brevemente sobre as demoras de atendimento e falta de funcionários no Vapt Vupt.

Segundo Caiado, o Estado passa por uma reformulação e a sociedade entende bem isso. “Você vê a situação do Vapt Vupt, com aluguéis de pequenas salas no valor de mais de R$ 20 mil… Neste momento nós temos que ter responsabilidade e o apoio da sociedade”, pediu, mas declarou: “E é impressionante o tanto que a sociedade tem apoiado”.

Caiado também observou que o cidadão em condições normais, ter o tempo de espera prorrogado não é uma emergência e apontou ao redor dos quartos de hospital: “A emergência está aqui, estamos tratando de vidas”.

Para o governador, “não podemos nos perder com o acessório. Temos que focar no principal”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.