“Não podemos confundir professor com militância do PSTU”, diz Caiado após protesto de servidores

“Os professores estão exatamente trabalhando, educando e lutando para que Goiás seja referência no cenário nacional”

Depois de participar de uma sessão turbulenta na Assembleia Legislativa de Goiás e de ser vaiado por servidores que ocupavam a galeria da Casa, Ronaldo Caiado deu entrevista coletiva à imprensa e disse que os manifestantes que o vaiaram não podem ser confundidos com professores.

“Não podemos confundir professores com militância do PSTU. Os professores estão exatamente trabalhando, educando e lutando para que Goiás seja referência no cenário nacional”, disse.

Questionado sobre previsão para o pagamento do mês de dezembro, Caiado diz que será feito assim que possível. “No momento que nós tivermos condições nós vamos pagar. Com o caixa do Estado eu não condições de saldar todos os compromissos”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Paulocruz47

Ainda HOJE morre de raiva de tanta “taca” que pegou do LULA que mesmo preso ainda tem credibilidade maior do que esse golpista e senhor de fazenda!