“Não há nenhum fato novo que justifique pedido de prisão de Marconi”, diz MPF

Procurador Hélio Telho diz que, até agora, todos os indícios que envolvem Marconi em esquema de corrupção foram apurados na Operação Cash Delivery 

Apesar de o expedido pelo Ministério Público Federal apontar fortes indícios de que Marconi Perillo está entre os envolvidos no esquema de corrupção apurado pela Operação Confraria, o ex-governador não teve pedido de prisão decretado.

Isto porque, de acordo com o procurador Hélio Telho, não há nenhum fato novo que justificasse um novo pedido de prisão já que os indícios que o MPF e a Polícia Federal apuraram até agora fazem parte da Operação Cash Delivery, ocasião em que Marconi foi preso.

“Ele foi solto por força de liminar e o mérito do habeas corpus ainda não foi julgado , com isso ele pode sim voltar para a cadeia. No entanto, não há fato novo e não podemos fazer um novo pedido de prisão”, afirmou o procurador.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.