“Não fiquei satisfeito”, diz Henrique Arantes sobre presença de diretor da Enel na CPI

Segundo deputado estadual e responsável por presidir comissão, Humberto Eustáquio deu respostas evasivas

Foto: Marcello Dantas/ Jornal Opção

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a Enel recebeu, na quinta-feira, 22, na Assembleia Legislativa, o atual diretor de relações institucionais do órgão responsável pelo fornecimento de energia elétrica no estado, Humberto Eustáquio Tavares Correia. Porém, a participação do profissional não agradou ao presidente da CPI, Henrique Arantes (PTB).

Segundo o parlamentar, Humberto deu respostas evasivas e sem profundidade. “Não fiquei satisfeito”, disse ele que, junto com os demais membros, já solicitou relatório de investimentos ao diretor, que tem até quarta-feira, 27, para entregar.

A demanda dos parlamentares se deu, uma vez que Humberto, ao ser questionado sobre a qualidade dos serviços, insistia em falar que empresa é qualitativa e que tem investido no Estado. “O que vemos é um serviço intermitente”, rebateu Arantes ao Jornal Opção. “Ele diz que está tudo bem e a gente não vê isso”, completou.

Próxima semana

Henrique Arantes afirma que o próximo passo será avaliar o relatório, mas, além desse, na quinta-feira, 28, a CPI da Enel receberá o presidente da instituição, Abel Rochinha.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.