“Não faço restrição a quem tem mandato parlamentar”, defende Cyro Miranda

Ex-senador avalia que próximo presidente do PSDB goiano deve ter perfil aglutinador e diz que críticas à candidatura de Alexandre Baldy não são pertinentes

Cyro espera maior movimentação dentro do PSDB nos próximos dias | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Cyro espera maior movimentação dentro do PSDB nos próximos dias | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Em entrevista ao Jornal Opção Online, o ex-senador Cyro Miranda, que atualmente dirige a Companhia de Investimentos e Parcerias do Estado de Goiás (Goiás Parcerias), falou sobre as eleições à presidência do diretório estadual do PSDB.

Cyro afirmou não ver problemas em um presidente com mandato parlamentar. “Isso não é de maneira nenhuma relevante”, defendeu. Para ele, o importante é que o candidato tenha o perfil correto: “alguém aglutinador, que seja conciliatório e faça o partido cada vez mais forte”.

A opinião do ex-senador, no entanto, não coincide com a de diversos deputados estaduais do partido que recentemente demonstraram preocupação com a possível candidatura de Alexandre Baldy, temendo que o mandato de deputado federal interfira na performance como presidente.

Com a aproximação do pleito, que será realizado no início de junho, Cyro espera maior movimentação dentro do PSDB. “Eu acho que esse processo começa agora a ficar mais aquecido, então eu gostaria que todos que se dispõem a ser candidatos que se apresentem”, declarou.

O tucano afirma ainda ter admiração por aqueles que decidem se candidatar e que, apesar do papel importante do governador Marconi Perillo na eleição, ele manterá uma postura democrática. “Não é brincadeira levar um partido como o PSDB”, assegurou. E concluiu: “É evidente que o papel do Marconi é extremamente relevante, porque é quem capitaneia, mas ele vai conversar, ouvir, e, se for voto vencido, ele sabe aceitar”.

Deixe um comentário