“Não é meu objetivo derrubar ninguém”, diz Jean sobre ocupar lugar de Otoni. Entenda

Em Goiás, Rubens Otoni (PT) foi o único deputado federal eleito em uma coligação que não atingiu o quociente eleitoral (PT e PCdoB)

Foto: Divulgação

O deputado estadual Jean Carlo (PSDB), que pode ocupar a cadeira do deputado federal eleito, Rubens Otoni (PT), na Câmara dos Deputados, caso uma ação do DEM, conhecida como “minirreforma eleitoral” seja aprovada na Casa, disse que não é seu objetivo derrubar ninguém.

“Vou tomar conhecimento para saber a força dessa ação e o que isso significa, minha intenção não é derrubar ninguém, mas se vier e Deus prover, que seja bem-vindo”, avaliou o parlamentar.

A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) que deve entrar em breve na pauta do Supremo Tribunal Federal (STF) pode afetar 27 deputados federais eleitos na eleição deste ano. Ela muda a regra para a distribuição de vagas remanescentes no cálculo dos eleitos.

Em Goiás, Rubens Otoni (PT), único deputado federal eleito em uma coligação que não atingiu o quociente eleitoral (PT e PCdoB), perderia o cargo, o que beneficiaria Jean Carlo (PSDB).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.