“Não é justo que um pit-dog ocupe uma praça reservada para famílias”, afirma Iris

Prefeito diz que proprietários não irão ser expulsos, mas cobra por maior ordem defendendo afastar riscos de prejuízos à população em razão do crescimento da cidade

Prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB) | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB) afirmou nesta quinta-feira, 12, que a ação do Ministério Público (MP) que cassa as autorizações do pit-dogs de Goiânia não irá expulsar proprietários dos estabelecimentos. Entretanto, de acordo com o prefeito, é necessário estabelecer regras para que os pit-dogs não tragam impactos sobre o crescimento da população, já que estão instalados em áreas públicas, como praças.

“Goiânia é uma cidade que vai caminhando rapidamente para 2 milhões de habitantes. Nós temos que trazer uma legislação cujo o crescimento não venha trazer prejuízos à vida da população. Não é justo que um pit-dog ocupe uma praça cujo o espaço está reservada para a família e as crianças durante o feriado”, afirma Iris.

Apesar disso, o prefeito prometeu que não irá haver expulsão dos atuais proprietário, que realizaram durante todo o dia da quarta-feira, 11, manifestações contra a ação liderada pelo MP. “Não vamos em hipótese alguma expulsar os detentores de pit-dogs em Goiânia mas vamos colocar ordem, com respeito aos proprietários mas com respeito também à população”, finalizou sobre o tema.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.