Pré-candidata à prefeitura, Nayara Barcelos diz que Rio Verde “pode mais”

Líder do PSB fala sobre aliança, eleições e os adversários – entre eles, o ex-marido, o deputado federal Heuler Cruvinel (PSD)

Nome novo na política, Nayara Barcelos (PSB), ex-mulher do deputado federal Heuler Cruvinel, pretende concorrer à Prefeitura de Rio Verde| Foto: Fernando Leite

Nome novo na política, Nayara Barcelos (PSB), ex-mulher do deputado federal Heuler Cruvinel, pretende concorrer à Prefeitura de Rio Verde| Foto: Fernando Leite

Alexandre Parrode e Sarah Teófilo

Um burburinho tomou conta de Rio Verde com o anúncio da formação de um novo grupo político liderado por Nayara Barcelos (PSB), e agora ainda mais com o anúncio de que é pré-candidata à prefeitura. Ex-mulher do deputado federal Heuler Cruvinel (PSD), a jovem dispensa a referência. “Proibia o pessoal que trabalhou comigo na campanha em falar no Heuler, para não ter perigo de acharem que estou com a motivação errada”, afirmou.

Nayara concedeu entrevista ao Jornal Opção Online na última quarta-feira (29/7), e afirmou que o grupo, que se intitula de “Nova Via”, é formado por cinco partidos: Pros, PPS, PSB, PSDC e o PDT. As reuniões têm acontecido há algum tempo. Nesta semana, Nayara se reuniu com algumas lideranças em uma fazenda em Rio Verde.

A jovem, cujo sonho é ser pastora de uma igreja protestante, disse não ter nenhum acordo fechado, mas que tem sido procurada por vários empresários. “Estamos surpresos porque a visão que tínhamos é que a eleição seria polarizada entre dois nomes fortes”, pontuou, se referindo ao grupo do atual prefeito, Juraci Martins (PSD) e a oposição, liderada por Paulo do Vale, do PMDB.

No ano passado, Nayara se candidatou pela primeira vez a um cargo público — e foi logo pleitear a Câmara Federal, quando recebeu 13 mil votos, sendo 6,3 mil em Rio Verde. O grupo considera o resultado como uma vitória, já que, de acordo com a integrante do PSB, a estrutura era mínima.

De olho em 2016, ela afirma que não pensava na campanha à prefeitura. “Não montei candidatura para deputada pensando em ser prefeita”, sustentou, mas admitiu: a campanha passada se tornou em um projeto para as próximas eleições.

O cenário não é dos melhores para o novo grupo, afinal, nomes de destaque na cidade, como o do próprio Heuler, o do deputado estadual Lissauer Vieira (PSD), Paulo do Vale e Karlos Cabral (PT) são nomes que já se articulam para a disputa.

Mas o quadro não intimida a pré-candidata. De acordo com ela, há um “movimento de mudança na cidade” e seus votos seriam a prova disso. “As pessoas viram verdade em mim. Cada voto que conquistei foram pessoas que acreditaram no trabalho do grupo”, assegura.

No que diz respeito a alianças, o projeto está bem definido e a intenção é disputar a eleição da maneira como está. “Se juntar-se a outros políticos, o nome Nova Via não fará mais sentido”. Questionada sobre as ambições e bandeiras do grupo, Nayara afirma que “não tem que carregar uma bandeira. “Minha bandeira é Rio Verde.”

De acordo com Nayara, a administração de Juraci é boa: o prefeito é íntegro e querido pelos cidadãos. No entanto, ela acredita que Rio Verde “pode mais”. “Faltam investimento em todas as áreas. Vou focar 100% na Educação, pois é a base de tudo. A base da segurança pública, da política, de tudo”, completa.

 “Oposição doce”

Nayara Barcelos quer conquistar voto por voto | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Nayara Barcelos quer conquistar voto por voto | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Com a experiência da última eleição, Nayara Barcelos disse que ficou conhecida como “oposição doce“. “Ano passado, quando eu comecei a sair na rua, o pessoal me deu parabéns e disse que eu não acusava ninguém, que eu era uma ‘oposição doce’.” Isso porque, de acordo com ela, ataques não são de seu feitio.

E, de fato, durante a entrevista ela teceu elogios ao prefeito Juraci Martins e ao deputado Lissauer Vieira — com quem chegou a conversar e até lamenta não conseguir uma aliança. Sobre o ex-marido, a pessebista afirma que discorda completamente da forma de Heuler fazer política, mas respeita seu trabalho.

Quando foi feito o anúncio de que seria candidata a deputada federal, no ano passado, conversas começaram a circular de que era apenas para tentar atrapalhar o ex-marido. Sobre isso, Nayara ri. “Até explicar que foi por questão partidária, o povo já pensava mil coisas.”

À reportagem, a jovem explicou que na época o pastor Benedito Arrais (PSB) já havia falado que seria deputado estadual por Rio Verde, pela legenda. Um acordo foi feito com o presidente Vanderlan Cardoso e a igreja que frequentam o apoiaria. “Eu não tinha mais espaço”, e completou: “Mas deu tudo certo. Eu respeito ele [Heuler]. Cada um com seu espaço. Ele com política para lá, e eu pra cá. “

3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Garibalde Alves

Show de bola a entrevista isso ai futura prefeita de Rio Verde !

Adailson Bernardes da Matta

Essas palavras são exemplos para serem seguidos, o povo sabe que conhece a Nayara Barcelos conhece os principios integros que ela vive e acima de tudo o seu compromisso com o amor a Deus e ao próximo. Todos nos sonhamos com essa postura na politica, integridade, senso de justiça e fidelidade unidas a responsabilidade de servir ao próximo em amor. Ou seja vejo nela Compromisso individual para beneficio coletivo ao contrario de alguns politicos que querem sacrificio coletivo pra beneficio individual. Parabéns ao Jornal Opção por abrir espaço a todas as pessoas bem intencionadas, independente de credo, partidos e etc.

celio guilherme

Educação realmente é a base!
Estou com Nayara Barcelos
Rio Verde , pode mais …