“Não busco fazer grandes alianças e ter o apoio de figurões da política”, diz Major Araújo

Parlamentar afirma que continua com sua pré-candidatura à Prefeitura de Goiânia pelo PSL e não pretende mudar de partido 

Major Araújo, deputado

O deputado estadual Major Araújo (PSL) falou sobre os impactos do anúncio da saída de alguns parlamentares da sigla, para acompanhar o presidente Jair Bolsonaro em seu novo partido, sobre o seu projeto de disputar a Prefeitura de Goiânia no ano que vem.

“A minha concepção de candidatura é diferente da grande maioria. Eu não busco fazer grandes alianças e ter o apoio de figurões da política, de grande líderes. Acho que a gente tem que acreditar no projeto”, diz Major Araújo, ao pontuar que “nada muda” em relação à sua pré-candidatura.

Segundo o deputado, seu perfil nunca foi o de buscar grandes articulações. “O que eu tenho é um projeto muito bom para Goiânia e confio que o povo vai avaliar e, se entender que é o melhor, irá escolhê-lo independente de que o apoia”, defende. Ele completa que não pretende mudar de partido para acompanhar líderes ou por qualquer outra conveniência.

“O PSL está muito bem, está estruturado em Goiás e é um dos grandes partidos do Brasil”, declarou o deputado, ao enfatizar que não viu “tantas pessoas” deixarem a sigla em razão do anúncio da saída do presidente da República. “Continuarei sendo bolsonarista, mas militando no PSL”, finalizou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.