Hildo do Candango, que também é presidente da Amab, concordou com Ronaldo Caiado (DEM) sobre cautela em relação à nova denominação do Entorno

"Não adianta criar Região Metropolitana de Brasília sem recursos", diz prefeito de Águas Lindas
Hildo do Candango | Foto cedida ao Jornal Opção

[relacionadas artigos=”179276″]

O prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango, que também é presidente da Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília (Amab), reuniu prefeitos do Entorno do Distrito Federal e o governador Ronaldo Caiado (DEM), no sábado, 20, para discutir assuntos pertinentes ao desenvolvimento dessa região.

Na ocasião, as autoridades discutiram a aplicação de recursos na Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride) e a criação da Região Metropolitana de Brasília. O governador Ronaldo Caiado foi enfático quanto ao seu posicionamento: “Não precisamos de mais um nome para o Entorno, precisamos é fazer a Ride funcionar“.

Candango concordou. “Assim como falei na primeira reunião da comissão mista no Senado, os nossos municípios precisam de recursos. Não adianta criar a Região Metropolitana de Brasília sem recursos definidos, se esta medida não trouxer nenhum recurso para o desenvolvimento dos municípios, não queremos mais títulos, queremos recursos e o fortalecimento da nossa região”, disse.

Em dezembro de 2018, o então presidente Michel Temer (MDB) assinou a Medida Provisória 862/2018, que denomina a região do Entorno do DF, que abrange cidades goianas, como Região Metropolitana. No entanto o Governo tem reforçado o discurso de que não há recursos para isso e endossado a ideia de fortalecimento da Ride.

No encontro

O governador na ocasião apresentou alguns dados e discutiu com os demais prefeitos questões relacionadas a essa ideia. De acordo com Caiado, essa criação não seria interessante para Goiás e para os municípios pois não há um fundo específico de recursos para ser aplicado.

Os municípios, em comum acordo com o governador de Goiás, decidiram fazer, na terça-feira, 23, um quórum se posicionando contra a criação da Região Metropolitana de Brasília, mas a favor do fortalecimento da Ride com a liberação de recursos.

“O que nós buscávamos com a criação da Região Metropolitana era a aplicação de recursos para o desenvolvimento dos municípios. Uma vez que essa aplicação é incerta, precisamos buscar medidas que ajudem os gestores a atender as reivindicações da população que há tempos espera por melhorias que as prefeituras sozinhas não conseguem executar”, finalizou Hildo do Candango.

O encontro contou com a presença dos prefeitos dos municípios de: Valparaíso de Goiás, Pábio Mossoró; Cidade Ocidental, Fábio Corrêa; Cocalzinho, Alair Gonçalves; Alexânia, Allysson Silva; Abadiânia, José Diniz; Cabeceira MG: Odilon Oliveira; Arinos, Carlos Recch; Planaltina, Eles Reis; Padre Bernardo, Claudiênio; São João Aliança, Débora; Corumbá, Celio Fleury; Unaí (MG), José Branquinho, vice-prefeito de Flores, Vagner Brito. Além do deputado Diego Sorgatto.