O mutirão promovido pelo Gabinete em Ação do deputado estadual Renato de Castro (UB), realizado nesta semana em Goianésia, emitiu cerca de 150 carteiras de identidade por dia. “Fizemos uma identidade nova, do modelo que os brasileiros terão todos que fazer, e Goianésia foi a primeira cidade de Goiás a emitir a certeira nacional neste tipo de formato de mutirão de emissão de documento”, comentou o parlamentar.

O mutirão, que teve início na segunda-feira, 30, foi encerrado na tarde desta sexta-feira, 1, com mais de 700 atendimentos. As senhas para a emissão da identidade foram distribuídas no começo da manhã na unidade Vapt-Vupt e os atendimentos aconteceram na unidade móvel da polícia civil, na praça do trabalhador, no bairro Carrilho.

Para a emissão da nova identidade necessários a apresentação da certidão original de nascimento ou casamento, além do CPF e do comprovante de endereço atualizado.

Como emitir a nova identidade

Para emitir a nova carteira de identidade em Goiás, você deve seguir os seguintes passos:

  1. Agendamento: É necessário fazer o agendamento pelo site do VAPT VUPT.
  2. Taxa: A primeira via do documento é gratuita. Para a emissão da 2ª via, há uma taxa de R$ 40,26.
  3. Prazo: O prazo para a emissão do documento é de até 20 dias úteis.
  4. Retirada do documento: O documento deve ser retirado na unidade onde foi requerido. Qualquer pessoa de posse do protocolo original poderá solicitar a retirada do documento.
  5. Documentação necessária: Para a 1ª via, é obrigatório apresentar Certidão Original de Nascimento ou de Casamento (incluindo caso de averbação de separação ou divórcio), número do CPF e comprovante de endereço.

Leia também:

Nova carteira de identidade será emitida sem informação sobre sexo

Nova Carteira de Identidade Nacional começa a ser emitida nesta terça-feira