Mundo da música tem “blackout” em protesto antirracista

Nesta terça-feira, 2, a plataforma de streamig spotify e grandes gravadoras como a Capitol Records, Warner Music e Atlantic, ficarão fora do ar

Foto: Reprodução.

Rádios, gravadoras e personalidades da música anunciaram que se juntarão à campanha “The Show Must Be Paused” (o show deve ser interrompido, em inglês) nesta terça-feira, 2. A manifestação intitulada “Blackout Tuesday” (terça-feira de apagão, em inglês) é uma resposta às mortes de negros pela polícia, que culminaram na morte de George Floyd no dia 25 de maio.

O protesto vai consistir na interrupção da transmissão de diversos serviços ligados à música. A popular plataforma de streaming musical spotify vai ficar 8m43s em silêncio — o tempo se refere ao período em que Floyd permaneceu asfixiado pelo policial em Minneapolis.

Gravadoras como a Capitol Records, Warner Music e Atlantic também se juntaram à manifestação e afirmaram que não vão operar hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.