Mulher suspeita de venda de atestados médicos é presa em Luziânia

Com ela, a polícia apreendeu documentos falsificados, carimbos e códigos CID

Documentos e carimbos apreendidos pela Polícia Civil de Luziânia | Foto: Divulgação/ PC

Uma mulher, de 44 anos, foi presa nesta sexta-feira, 19, suspeita de emitir atestados médicos falsos, em Luziânia. Com ela, os policiais apreenderam diversos blocos de atestado de comparecimento da Secretaria Municipal de Saúde, atestados médicos da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, assim como solicitações de exames médicos e receituários de controle especial.

De acordo com informações da Polícia Civil, ela foi detida após ser avistada por policiais com papéis dobrados. Ela entregaria um atestado médico para um homem que estava em um veículo Fiat/Pálio de cor cinza.

Depois que os policiais renderam a suspeita, o motorista do veículo fugiu. Com ela, foi encontrado um atestado médico preenchido e emitido na data de sexta-feira, supostamente por uma médica.

Documentos falsos

Os policiais civis, assim, foram para a residência da mulher. Ela negou que fazia a venda atestados médicos.

No entanto, os policias encontraram no armário da cozinha, em uma sacola de cor transparente, vários blocos de atestados.

Foram localizados ainda laudos médicos para solicitação de passe livre da Secretaria de Estado de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal, além de uma folha de caderno com anotações contendo códigos CID (Código Internacional de Doenças), cinco carimbos diversos de supostos médicos e três receituários preenchidos em nome de supostos pacientes, assinados por supostos médicos, sendo dois do Distrito Federal e um da Secretaria de Saúde de Luziânia.

Ela foi presa em flagrante e responderá por falsificação de documento público e receptação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.