Mulher que ocupava segundo posto na hierarquia do PCC é presa no Distrito Federal

Ações para sua prisão foram intensificadas após descoberta de que integrante da facção estava recebendo auxílio emergencial do governo federal em razão da pandemia de Covid-19

Foto: Reprodução.

Nesta quinta-feira, 6, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu uma mulher apontada como a segunda na hierarquia da facção Primeiro Comando da Capital (PCC) no Distrito Federal. A detenção ocorreu em um ônibus que seguia pela rodovia BR-060.

A PCDF afirmou que a integrante da facção era conhecida pelos codinomes Tókio ou Ketlen e fazia parte da célula feminina do PCC na capital da República. 

Foragida desde 2019, Tókio exercia a função de “geral da rua feminina” , segundo posto mais importante na hierarquia da facção entre as mulheres brasilienses. Ela era responsável por fiscalizar as atividades de integrantes da célula feminina do PCC nas cidades do DF e também atuava na cooptação e nos batismos de membros, além de participar do planejamento de roubos e sequestros em benefício da facção.

As ações para sua prisão foram intensificadas após a descoberta de que ela estava recebendo indevidamente o auxílio emergencial do governo federal em razão da pandemia de Covid-19. Com essa informação, os policiais conseguiram localizar a mulher e interceptá-la enquanto fugia para São Paulo, base da facção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.