Mulher mais velha do mundo a receber alta de Covid-19 é britânica

Ela viu a Primeira Guerra Mundial, a Gripe Espanhola e a Queda do Muro de Berlim

Connie Titchen | Foto: Reprodução

Connie Titchen, de 106 anos, recebeu alta do Hospital da cidade de Birmingham. Ela é possivelmente a paciente mais velha do mundo a contrair e receber alta de Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2.

“Acredito que o seu sucesso e segredo para essa idade é que ela sempre foi bastante ativa fisicamente e bastante independente. Ela fez uma operação na bacia em dezembro e pouco depois de um mês já estava andando novamente. Ela é maravilhosa e a família quer muito revê-la.”, disse um de seus netos.

Segundo ele, a avó amava dançar, andar de bicicleta e jogar golfe. Sempre cozinhou para si mesmo, apesar de amar um McDonald’s às vezes. “Eu ainda não contei pra ela que o Mc está fechado”, brincou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.