MST ocupa fazendas de Blairo Maggi, Ricardo Teixeira e coronel amigo de Temer

Ao menos cinco propriedades rurais foram invadidas nesta terça-feira pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

Divulgação

Em uma ação coordenada na madrugada e manhã desta terça-feira (25/7) o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupou ao menos cinco fazendas em vários estados do País.

Dentre as propriedades rurais estão a do ministro da Agricultura Blairo Maggi, do ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Ricardo Teixeira e do coronel João Baptista Lima, ligado ao presidente Michel Temer.

Pelo Facebook, o grupo também anuncia ocupação na Fazenda Junco, em Teresina, de propriedade do atual presidente do PP, Ciro Nogueira.

Em nota, o MST informou que a ação é contra os chamados “corruptos ruralistas” e integra jornada nacional de luta pela reforma agrária e contra o aumento da violência no campo. Nenhum dos proprietários rurais se manifestaram oficialmente sobre as ocupações.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.