MPGO denuncia homem que matou ex-namorada a facadas em Aparecida de Goiânia

O denunciado deverá responder por homicídio qualificado, cometido por motivo fútil e em razão do sexo feminino

Francisco Joabes de Sousa Lima Júnior foi denunciado, pelo Ministério Público de Goiás (MPGO), pela morte de sua namorada, Andreia Silva Batista, morta com 13 facadas, no dia 25 de setembro deste ano, no Setor Jardim Belo Horizonte, em Aparecida de Goiânia. Ele vai responder pelo crime de homicídio qualificado, quando se comete o fato por motivo fútil, com emprego de meio cruel, utilizando recurso que impossibilitou a defesa da vítima, em rezão da condição de sexo feminino.

A denúncia narra que, o denunciado e a vítima mantinham um relacionamento conturbado. No dia do fato, após uma discussão, Francisco quebrou vários objetos do apartamento da ex-companheira, razão pela qual ela pediui para que a portacia acionar a Polícia Militar. No momento, em que o denunciado, que pilotava uma moto, aguardando a abertura do portão para ir embora, sua ex-namorada, o impediu de ir sair do prédio, quando pegou uma faca e a golpeou no ombro, pescoço e rosto, provocando sua morte no local.

O promotor de Justiça, Milton Marcolino dos Santos Júnior, responsável pela 19ª Promotoria de Aparecida de Goiânia, pediu, ainda, a prisão preventiva do acusado, por entender que a sua liberdade coloca em risco a garantia da ordem pública e a aplicação da lei penal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.