MPF investiga a qualidade da prestação de serviços da Enel Goiás

Processo foi instaurado  a partir de representação que se baseia na alegação de que a empresa teve o pior desempenho segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)

O Ministério Público Federal (MPF) em Goiás iniciou nesta quarta-feira, 4, um processo verificação da qualidade de prestação de serviços oferecidos pela empresa Enel. A investigação foi iniciada a partir da representação apresentada pelo deputado estadual Alysson Lima (Republicanos), membro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a Enel na Assembleia Legislativa de Goiás.

De acordo com o documento, os acordos de melhorias não estão sendo cumpridos e os serviços prestados estão cada vez mais precários.

O MPF solicitou à empresa que no prazo de 20 dias envie informações sobre o dados de  cumprimento das metas estabelecidas no Termo de Compromisso assinado entre a Enel Goiás e o Governo do Estado de Goiás,com interveniência da ANEEL e do Ministério de Minas e Energia (MME), em agosto de 2019, para melhorar o serviço de distribuição de energia elétrica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.