MP-GO protocola denuncia contra João de Deus por violação sexual e estupro de vulnerável

Além disso, documento do órgão contém o depoimento de 19 mulheres

Foto: divulgação

O Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO) protocolou, nesta sexta-feira, 28, a denúncia contra o médium João de Deus, preso suspeito de praticar abusos sexuais durante tratamentos espirituais, em Abadiânia. Preso há 12 dias no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

No documento, que contém o depoimento de 19 mulheres, João é denunciado por violação sexual e estupro de vulnerável. A notificação foi protocolada na comarca de Abadiânia às 15h45 e a defesa do médium não retornou a contato da reportagem sobre a denúncia.

Nesta quinta-feira, 27, a Justiça concedeu habeas corpus para João referente ao crime de posse ilegal de arma, mas ele continua preso pelas acusações de abusos sexuais, os quais nega ter cometido.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.