MP determina restabelecimento de frota de ônibus em Goiânia

Determinação a CMTC foi realizada pela promotora Leila Maria de Oliveira, após a companhia reduzir em 40% os ônibus na capital

Foto: Reprodução

O Ministério Público do Estado de Goiás, por meio da promotora Leila Maria de Oliveira, determinou o restabelecimento da frota de ônibus e quantidade de viagens do transporte público coletivo em Goiânia. Em ofício encaminhado ao presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), Benjamin Kennedy Machado da Costa, o MP também determinou que os veículos estejam devidamente higienizados e atenda aos passageiros com as janelas abertas.

A decisão foi tomada após a CMTC reduzir em 40% a frota de ônibus. Foram retirados de circulação 220 veículos do Transporte Coletivo em Goiânia, desde a última quarta-feira, 18. A redução do número de transporte coletivo nas ruas veio após decretos do Governo do Estado de Goiás determinar o fechamento da maioria dos estabelecimentos.

A Defensoria Pública já havia pedido pelo retorno da circulação dos ônibus retirados. No ofício do MP, a promotora justifica que diversos profissionais da saúde, segurança, farmácias e supermercados ainda utilizam a rede pública de transporte e que diversos materiais divulgados pela imprensa tem comprovado que diversos ônibus têm circulado lotados. Caso a CMTC não acolha a determinação, será ajuizada uma Ação Civil de Responsabilidade por Improbidade Administrativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.