MP denuncia vereador e 14 servidores de Rio Verde por esquema de desvio de verbas

Segundo a denúncia, funcionários da Câmara Municipal faziam empréstimos consignados em seus nomes e repassavam os valores ao parlamentar

O Ministério Público de Rio Verde denunciou o vereador Elecir Casagrande (SD) e outras 14 pessoas por associação criminosa e peculato. Na ação, a promotora Yasmin Baiocchi pede o ressarcimento do prejuízo aos cofres públicos e que eles percam os cargos que exercem no poder público.

De acordo com a denúncia, os envolvidos realizavam empréstimos consignados em seus nomes e repassavam os valores ao vereador, que teria usado grande parte dos recursos para financiar sua campanha para deputado estadual em 2014. Uma parcela dos salários recebidos pelos servidores era usado para o mesmo fim.

Como medida cautelar, a promotora requereu que sejam suspensos todos os que ainda são servidores e o vereador.

Os outros denunciados são os servidores da Câmara Municipal Diomar Queiroz Faria Paraguassu, Márcio Antônio Paraguassu de Oliveira, Rosimary Azevedo Rocha, Temístocles Cruvinel da Silva e Joyce de Oliveira Maia; e os ex-servidores Débora Martins de Oliveira, Edson dos Reis Carlos, João Martins Cunha, José Inácio Vieira, Karla Araújo Silva, Leandro Sousa Prado, Luziano Silva Morais, Maria Helena Tavares e Ricardo Cista Rodrigues.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.