MP apura denúncias sobre “fura-filas” da vacina

Entre os investigados constam prefeitos, servidores públicos, familiares de funcionários da saúde, entre outros

As promotorias de pelo menos oito estados brasileiros instauraram investigações sobre pessoas supostamente vacinadas contra Covid-19 que não pertencem aos grupos prioritários.

Os casos de “fura-filas” da Coronavac foram denunciados no Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Pará e Paraíba.

Entre os investigados constam prefeitos, servidores públicos, familiares de funcionários da saúde entre outras pessoas que não se enquadram nos critérios do Ministério da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.