Empréstimos poderão comprometer até 40% do valor do benefício, mais 5% para uso de cartão de crédito na modalidade saque

Dinheiro | Foto Marcos Santos / USP Imagens

Conforme publicação no Diário Oficial da União nesta sexta-feira, 2, o governo ampliou pra 40% a margem para concessão de crédito consignado para beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Aposentados e pensionistas do INSS podiam requerer empréstimos consignados que comprometessem até 35% do valor do benefício no mês, mais 5% para uso de cartão de crédito na modalidade saque.

Com a Medida Provisória (MP) nº 1.006, de 1º de outubro de 2020, os empréstimos poderão comprometer até 40% do valor do benefício, mais 5% para uso de cartão de crédito na modalidade saque.

De acordo com o governo, os novos limites valem para empréstimos concedidos até o dia 31 de dezembro deste ano, durante o estado de calamidade causado pela pandemia de Covid-19.

As regras entram em vigor imediatamente e serão enviadas para apreciação do Congresso Nacional.