Movimento de ocupação contra PEC tem fim na UFG

Antes de sexta-feira, duas unidades da universidade seguiam ocupadas mesmo depois de ordem judicial para que estudantes saíssem dos prédios

Iniciado em 24 de outubro, o movimento de ocupação de universidades em Goiás teve fim na última sexta-feira (18/11). Na Universidade Federal de Goiás (UFG), um grupo de estudantes fez um ato simbólico passando pelas faculdades que foram ocupadas para marcar o encerramento do movimento.

Apesar do ato, alguns dos participantes do movimento seguirão acampados na universidade com professores e técnicos-administrativos. A UFG chegou a ter 16 unidades ocupadas.

O fim da ocupação se deu após a Justiça emitir uma ordem de reintegração de posse do Centro de Aulas A e do Instituto de Estudos Socioambientais (Iesa) no último dia 10. Desde então, os alunos permaneciam no campus, mas decidiram cumprir a ordem no fim de semana. O ato simbólico durou cerca de três horas e teve aproximadamente 200 participantes, entre alunos, professores e técnicos.

Ao final do evento, estudantes atearam fogo a pneus na Avenida Flamboyant, bloqueando o trânsito, que foi liberado em seguida pelos Bombeiros.

Além do protesto contra a PEC 55/241, o movimento lembrou ainda o jovem Guilherme Irish, morto nesta semana pelo próprio pai, que discordava da sua participação nas ocupações. Em memória do estudante, que tinha 20 anos, o grupo fez um minuto de silêncio, que também foi homenageado em faixas e gritos de ordem.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.