Motorista do ônibus pode ter cochilado e causado acidente grave na BR-020

Nove pessoas morreram e dezenas ficaram feridas após colisão de veículo da empresa Expresso Guanabara com uma carreta

Ônibus e carreta se envolvem em acidente grave e deixam mortos e feridos na BR-020 (Foto: PM-DF/Divulgação)

O acidente com um ônibus da empresa Expresso Guanabara e uma carreta, na BR-020, em Formosa (GO), que deixou nove pessoas mortas e dezenas de feridas, pode ter sido causado após o motorista do ônibus ter dormido ao volante.

De acordo com o delegado que estava de plantão, Antônio Humberto Soares, as evidências, como o local de impacto e as testemunha ouvidas, apontam para que a responsabilidade seja de Édson Lopes Lima, de 47 anos, que morreu na tragédia.

O caso está agora com o delegado Jandson Bernardo da Silva, que não atendeu ao Jornal Opção por estar em diligências sobre o caso.

O acidente aconteceu na última quinta-feira (15/2). Em nota, a Expresso Guanabara informou que 43 passageiros estavam a bordo do veículo, que fazia a linha Cajazeiras (PB)–Goiânia (GO). Seis pessoas morreram no local e outras três chegaram a ser socorridas e encaminhadas a hospitais, mas não resistiram aos ferimentos.

Segundo a empresa, o acidente aconteceu por volta de 6h30, mas a primeira ligação recebida pela PRF foi às 8h30. A colisão entre os dois veículos aconteceu na localidade conhecida como Bisnau, entre os povoados de Bezerra e JK. O trecho é de pista simples e a ultrapassagem no local é proibida.

O ônibus seguia sentido Brasília quando mudou de pista e passou para o sentido oposto à que seguia o fluxo. Houve, então, a colisão frontal com a uma carreta, com placa de Guarapuava (PR), que estava carregada de adubo. A carreta também colidiu com a proteção metálica da rodovia e com outro caminhão que seguia atrás do ônibus, e logo em seguida tombou na pista.  (Com Agência Brasil)

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.