Morte do presidente da Samsung abre discussão sobre futuro da empresa

Lee Kun-hee morreu na madrugada deste domingo, 25, aos 78 anos

O membro da família dona da Samsung e presidente do conselho da empresa, Lee Kun-hee, morreu na madrugada deste domingo, 25, aos 78 anos.

O empresário estava em coma em Seul, capital da Coreia do Sul e já vinha tendo problemas de saúde desde 2014, quando sofreu um ataque cardíaco.

Lee foi a segunda geração da família à frente da Samsung. Ele era o terceiro filho do fundador da empresa, seu pai Lee Byung-chul, que fundou a Samsung há 80 anos na Coreia do Sul.

Futuro da Samsung

Com a morte de Lee Kun-hee, ficará aberta a discussão sobre sucessão na Samsung. Seu filho único, Lee Jae-yong (conhecido como Jay Y. Lee), tem liderado a empresa desde o início da doença do pai, no cargo de vice-presidente do conselho.

No entanto, o herdeiro chegou a ser preso por quase um ano na Coreia do Sul em um caso de corrupção que derrubou até mesmo a então presidente do país, Park Geun-hye.

Lee Kun-hee também foi condenado duas vezes, em 1996 e 2008, por corrupção e evasão de divisas, mas foi perdoado pelas autoridades sul-coreanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.