Morre uma das gêmeas siamesas após cirurgia de emergência

Por causa da piora no estado de saúde de uma das gêmeas, o médico Zacharias Calil optou por realizar cirurgia de emergência durante a madrugada. Mayla Gabrieli que sofria de cardiopatia grave não resistiu e veio a óbito na manhã desta sexta-feira, 6

Foto: Reprodução

As gêmeas siamesas da Bahia que nasceram unidas pelo abdômen passaram por cirurgia de emergência na madrugada desta sexta-feira, 6. Comandada pelo médico e deputado federal Zacharias Calil, a operação foi realizada às pressas devido ao estado de saúde de uma das meninas que apresentou cardiopatia gravíssima.

A cirurgia começou por volta de 1h da madrugada e terminou pouco depois de 4h da manhã e correu muito bem, segundo o médico. No entanto, devido ao grave estado de saúde devido a uma cardiopatia, Mayla Gabrieli não resistiu e veio a óbito na manhã de hoje.O outra gêmea, Ayla Lorena passa bem.

Este foi o 19º caso de separação de gêmeos siameses do qual Zacharias Calil participou. Zacharias foi chamado pela também cirurgiã Célia Brito, que acompanha o caso na Bahia e encaminhou ao colega de Goiás resultados de exames e imagens das recém-nascidas para conhecimento do caso e planejamento da cirurgia de separação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.