Morre sétima servidora da saúde por Covid-19 em Goiás

Maria Lúcia dos Santos, de 63 anos, atuava há 30 no Hospital de Urgências de Goiás

Profissionais de Saúde realizam um protesto silencioso em frente ao Palácio do Planalto | Foto: Scarlett Rocha

Morreu na madrugada da última segunda-feira, 15, a servidora da saúde Maria Lúcia dos Santos, de 63 anos, vítima da Covid-19. É a sétima profissional que atuava na linha de frente contra o coronavírus a falecer no Estado. Ao, todo, Goiás já soma 1.038 profissionais da saúde infectados pela Covid-19, conforme painel do governo.


Maria Lúcia trabalhava no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) e estava internada no mesmo hospital há um mês. Ela trabalhou na unidade no decorrer de 30 anos e deixou dois filhos e quatro netos. Em nota, a direção do Hugo informou que ela estava afastada dos trabalhos desde o último dia 3 de março devido a uma comorbidade crônica, por licença médica. Confira na íntegra:

“A Direção do Hospital de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) informa que a servidora Maria Lucia dos Santos no ano de 2019, no período de gestão do Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), esteve de licença médica de 10 de outubro a 31 de dezembro de 2019. No ano de 2020, a servidora trabalhou normalmente nos meses de janeiro e fevereiro. No dia 03 de março Maria foi afastada novamente por 90 dias, com licença médica devido sua comorbidade crônica, inclusive no período em que esteve internada.”

A Associação Mulheres na Comunicação também emitiu nota em que lamentou a morte da profissional e dizia que ela lutava pela vida já há um mês. “Profissional competente e dedicada, desempenhou com muito carinho o seu trabalho por mais de 30 anos no Hugo”, disse o comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.