Morre o professor Saturnino Pesquero Ramón, da UFG e da PUC

O mestre tinha câncer de pâncreas, e morreu em sua casa. O corpo será enterrado nesta segunda-feira, às 17 horas, no Cemitério Jardim das Palmeiras

Saturnino Pesquero Ramón, professor da UFG e da PUC | Foto: Reprodução

O professor Saturnino Pesquero Ramón morreu na segunda-feira, 14, em sua casa, aos 85 anos. Ele se tratava, há algum tempo (quase dois anos), de câncer de pâncreas, em fase de metástase. Foi professor da Universidade Federal de Goiás e da PUC-Goiás. O corpo está sendo velado no Cemitério Jardim das Palmeiras e será enterrado, às 17 horas, no mesmo local.

Ramon era casado com a professora Mariza da Consolação Batista Pesquero, da Faculdade de Artes Visuais (FAV).

O professor era doutor em Filosofia, pela Universidade das Ilhas Baleares, com a tese “Joan Miró — Uma Lectura Filosófica a Partir de la Masia”.

Era formado em Psicologia pela Universidade Federal de Minas e em Filosofia pela Universidade Federal de São Joao del-Rei. Ele deu aulas na Universidade Federal de Goiás e na PUC-Goiás. Estava aposentado.

Ramón era espanhol. Ele escrevia muito bem em português, mas, nas aulas, falava uma espécie de “portunhol”. Era professor de Psicologia Social. O mestre escreveu o livro “Cora Coralina — O Mito de Aninha”. Trata-se de uma análise percuciente da poesia da poeta da Cidade de Goiás.

Sempre atento, Ramón recomendava a seus alunos que obtivessem uma formação humanista o mais ampla possível. Ele estava sempre incentivando leituras multidisciplinares. Apreciava artes plásticas e literatura. (E. F. B)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.