Morre Nilma Naves, primeira procuradora-geral de Justiça em Goiás, por complicações da Covid-19

Nilma tinha 79 anos e era uma mulher pioneira do Direito no Estado

osé Pereira da Costa e Nilma Naves em evento classista | Foto: Reprodução

A primeira procuradora-geral de Justiça de Goiás, Nilma Naves, de 79 anos de idade, morreu por complicações da Covid-19. Nascida em Minas Gerais, fez sua carreira no Direito em Goiás, como uma mulher pioneira na área.

Nilma se graduou na Universidade Federal de Goiás (UFG) e foi a primeira escrivã da Polícia Civil de Goiás por meio de concurso público. Em 1966, entrou para o Ministério Público. Depois de 20 anos, se tornou procuradora de Justiça.

Ela encabeçou a lista tríplice na primeira eleição para procurador-geral de Justiça, em 1991 e foi designada procuradora-geral substituta. Foi presidente por dois biênios na Associação Goiana do Ministério Público e se aposentou em 1995.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.