Morre Marylene Braga Viggiano, primeira mulher a comandar o Cepaigo

Marylene-OK2Faleceu no início da noite de terça-feira (3/11) a ex-diretora do Centro Penitenciário de Atividades Industriais de Goiás (Cepaigo), atual Penitenciária Odenir Guimarães. Marylene Braga Viggiano morreu por volta das 19 horas, no Hospital Neurológico, por problemas cardíacos.

O corpo está sendo velado no Cemitério Parque Memorial de Goiânia, na GO-020, saída para Bela Vista, onde será sepultado às 15 horas desta quarta-feira (4/11).

Advogada militante, Marylene Braga Viggiano era a presidente do Conselho da Comunidade na Execução Penal de Goiânia. Durante o governo Henrique Santillo (1987-1991), ela organizou e dirigiu a primeira Secretaria da Condição Feminina.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.