Morre estudante de Letras que fazia intercâmbio na China

Ainda não há detalhes sobre a causa, mas a suspeita é de que ele tenha sido assassinado

Foto: Reprodução / Internet

O Itamaraty e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) divulgaram, na segunda-feira, 15, a morte do estudante brasileiro Leonardo Cláudio da Rosa na cidade de Chongqing, na China. Conforme divulgado pelo Estadão, o jovem cursava Letras na instituição gaúcha e realizava um intercâmbio em uma universidade do país asiático.

Ainda não há detalhes sobre a causa da morte do estudante, mas a suspeita, segundo o jornal paulista, é de que ele tenha sido assassinado. Os órgãos superiores da instituição de ensino acompanham o caso junto à família da vítima. O Ministério das Relações Exteriores e a embaixada brasileira na China ficarão responsáveis por providenciarem o transporte do corpo.

O Estadão divulgou uma nota onde o Instituto de Letras (IL) da Universidade lamenta o ocorrido: “A direção do IL expressa aqui sua profunda consternação e tristeza e envia, em nome da comunidade da Letras, seus sentimentos de solidariedade à família de Leonardo”, escreveu.

A reportagem mostrou também que o Itamaraty informou, por meio de nota, que desde que foi acionada a embaixada brasileira em Pequim mantém contato com as autoridades policiais na tentativa de levantar mais detalhes sobre o ocorrido.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.