Morre, enquanto trabalhava, Breno Silveira, diretor de “Dois Filhos de Francisco”

Cineasta sofreu infarto fulminante em Limoeiro no primeiro dia de filmagens de “Dona Vitória”, protagonizado por Fernanda Montenegro

Breno Silveira, diretor de filmes que contam dramas familiares: morte aos 58 no set de produção | Foto: Divulgação

Morreu na manhã deste sábado, 14, o cineasta Breno Silveira. Ele tinha 58 anos e era diretor da produtora Conspiração, com a qual ganhou fama pelo filme Dois Filhos de Francisco, de 2005, seu primeiro longa-metragem, que contou a trajetória de Zezé Di Camargo e Luciano pelo olhar do pai deles, Francisco.

Silveira estava em Limoeiro (PE) no primeiro dia de filmagens do filme Dona Vitória, estrelado por Fernanda Montenegro, quando sofreu um mal súbito.

Chegou a ser socorrido, mas a parada cardíaca foi irreversível. A equipe do filme foi a Limoeiro para rodar as cenas da infância da protagonista. A informação foi confirmada pela produtora Conspiração, da qual Silveira era sócio.

Breno Silveira dirigiu também Era uma vez e Gonzaga: de Pai pra Filho, com Júlio Andrade. Recentemente, comandou Dom, série brasileira de maior sucesso da Amazon Prime Video, cuja 2ª temporada havia acabado de filmar, com Gabriel Leone e Flávio Tolezani.

Cineasta interessado em contar histórias de dramas familiares, era obcecado pelo olhar que rege relações entre pai e filho, o que fez em Dois Filhos de Francisco, Gonzaga e Dom, série que sofreu contestações de uma das irmãs e da mãe do personagem real, um jovem branco e bonito de classe média de Copacabana que se tornou assaltante de residências de luxo no Rio no início dos anos 2000.

* Com informações do portal UOL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.