Morre Eduardo Galeano, autor de “As Veias Abertas da América Latina”

Escritor uruguaio de 74 anos havia sido internado na última sexta-feira devido a um câncer de pulmão

Na foto, Eduardo Galeano recebe homenagem e faz palestra na 2ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura de Brasília no Museu da República, em 2014 | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Na foto, Eduardo Galeano recebe homenagem e faz palestra na 2ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura de Brasília no Museu da República, em 2014 | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Segundo informações do jornal “El País”, o escritor uruguaio Eduardo Galeano morreu nesta segunda-feira (13/4), aos 74 anos, em Montevidéu. O autor de “As Veias Abertas da América Latina” havia sido internado em um hospital da capital uruguaia na última sexta-feira (10) devido a um câncer no pulmão.

Galeano, que era também jornalista, publicou mais de 40 livros. Seu livro mais famoso, “As Veias Abertas da América Latina”, em que analis, desde a colonização até a contemporaneidade a história da América Latina, é tido como um clássico da literatura política.

Em 2008, o Mercosul concedeu ao uruguaio o primeiro título de “Cidadão Ilustre”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.